11 99231-6498
Language:
Apresentação
11 99231-6498
SIGA-NOS

Publicações 2019

A Estância Turística de Itu na maior feira mundial de turismo

Porto de Galinhas, uma vila de 8 mil habitantes participou com estande próprio
Na semana passada realizou-se em São Paulo, uma das maiores feiras de turismo do mundo, uma oportunidade onde o Brasil mostrou a força da recuperação da economia nacional em um segmento decisivo: o turismo.

A feira recebeu quase 11 mil visitantes durante os três dias do evento. Foram mais de 600 expositores, entre destinos nacionais, internacionais, companhias aéreas e operadoras. A expectativa dos organizadores, para o fechamento de negócios, supera os dois bilhões de dólares.

A feira, uma filial da WTM London, uma das principais do mundo, é voltada para a realização de negócios entre os expositores. Os atrativos naturais e os equipamentos turísticos, a infra estrutura, os roteiros, o patrimônio histórico e cultural foram os temas mais procurados para fazer networking e estimular negócios no segmento de lazer.

A Estância Turística de Itu participou?

Como faz há 7 anos, desde o início da WTM em São Paulo, a Secretaria de Turismo de Itu participou com sua equipe. Infelizmente, a grande Itu continua na vala comum de um estande do Governo do Estado de São Paulo onde se amontoam as 69 estâncias turísticas do interior, com funcionários distribuindo folhetinhos.

É preciso entender que esse grande evento oferece aos visitantes a oportunidade de descobrir o mundo em um único lugar, fazer negócios e ampliar seus conhecimentos com palestrantes renomados do setor.

Além disso, atrai um público mundial para se reunir e determinar o rumo do setor de viagens e turismo. Ao longo de três dias, mais de 7.700 visitantes influentes e 600 empresas expositoras negociaram e se atualizaram com  as últimas notícias do setor, tudo isso com grande presença da mídia.

Ora, desperdiçar esse tipo de evento e só se preocupar em fazer uma foto da equipe para que não duvidem de que Itu participou, é muito pouco. Uma oportunidade muito importante para o trade turístico de Itu deixar de aproveitar a oportunidade de fazer contatos com a imprensa nacional, com o Ministro do Turismo que esteve presente com sua equipe, com o Secretário de Turismo do Estado, com autoridades das entidades de turismo etc.

O planejamento para uma participação efetiva, voltada a negócios, deveria incluir, com o estímulo da Secretaria de Turismo de Itu, um estande só de Itu, patrocinado por uma caravana de hoteleiros, que poderiam divulgar seus pacotes de hospedagem para os feriados que se aproximam e, também, a participação das agências de viagens de Itu, o pessoal do artesanato, dos museus, representantes do turismo religioso, todos munidos de “folders” da cidade.
Assim, perdemos a oportunidade de “vender” o nosso turismo para empreendedores e investidores desse setor. Quantos negócios foram feitos durante a feira?

Os responsáveis pelo nosso turismo não perceberam que eventos como a WTM trazem visibilidade internacional para a cidade e a oportunidade de contato com profissionais de diversos segmentos do setor. Além disso, é a oportunidade concreta de mostrar os projetos da Prefeitura para movimentar o setor, como a revitalização de pontos turísticos, projetos de fomento e também a recuperação de prédios históricos.

Municípios menores que Itu participaram com estandes próprios

Um exemplo é a cidade de Ipojuca, distante cerca de 52 km de Recife, com um pouco mais de 90 mil habitantes. Uma de suas vilas, de 8 mil habitantes, Porto de Galinhas, responde pela terceira maior arrecadação do Estado de Pernambuco. Porto de Galinhas tem 18 quilômetros de areia branca e batida, com coqueirais e praias para todos os gostos. Em 2018, a região recebeu 720 mil turistas. Porto de Galinhas apresentou estande próprio no WTM.
 



www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br