11 99231-6498
Language:
Apresentação
11 99231-6498
SIGA-NOS

Publicações 2020

O trem vem aí. Mas, cadê a Maria Fumaça?

Um dos vagões de luxo chegando a Salto. Sem a Maria Fumaça o empreendimento perdeu seu charme e romantismo.
Tanto tempo para planejar e parece que ninguém tomou a iniciativa de buscar empresas patrocinadoras para o trem. Há diversos exemplos no Paraná com vagões patrocinados por empresas que podem decorá-los com sua propaganda e até distribuição de produtos. Isso tornaria o custo das passagens bem menores dos que foram anunciados.

Um sonho alimentado, desde 2005, de implantar um projeto turístico de grande vulto entre as cidades irmãs de Itu e Salto caiu por terra. Agora a divulgação do evento, por parte da empresa que venceu a licitação para a implantação do trem anuncia uma locomotiva a Diesel e vagões de aço. E ninguém veio a público para explicar essa mudança de rumo. O Consórcio que reúne as Prefeituras de Itu e Salto esta mudo e não informa o motivo exato para a Maria virar fumaça.

Segundo o Diretor Presidente da Serra Verde , existem dois entraves para o uso da locomotiva Maria Fumaça: impactos ambientais e problemas com manutenção. Uma Maria-Fumaça é muito poluente e, por serem antigas, os reparos são complexos. Todavia não é o que acontece com os trens Maria Fumaça de Campinas-Jaguariúna e de Campos do Jordão que funcionam normalmene, só para citar dois no Estado de São Paulo.

A Serra Verde Express, empresa de Curitiba, que venceu a concorrência para implantar o Trem Republicano, entre Itu e Salto, num trajeto de 8 quilômetros, anuncia agora os detalhes do empreendimento. Todos os louros para Adonai Aires de Arruda, diretor presidente da empresa de Curitiba. O endosso das duas prefeituras também enaltece o trabalho dos políticos locais pela conquista do trem turístico.

De quem foi a ideia do Trem?

Além disso, Secretaria de Turismo de Itu sempre omite de quem foi a idéia da criação dessa linha férrea lançada por um dos seus principais funcionários. O projeto do Trem Republicano surgiu em 2005, durante um seminário ocorrido no Rio de Janeiro, lançado pelo turismólogo e guia de turismo ituano Fabio Grizotto, da Secretaria de Turismo da Estância Turística de Itu. O seu projeto vitorioso frutificou e foi desenvolvido com a criação do consórcio intermunicipal reunindo as prefeituras de Itu e Salto, em 2008.
 
Depois veio a verba de quatro milhões de reais do Ministério do Turismo que deu fôlego ao projeto. Em 2010, o Dnit (Departamento Nacional de Infra-estrutura de Transportes) concedeu os trilhos para a execução das obras e as duas estações ferroviárias antigas passaram por completa restauração.

Quando começa? 

O Trem Republicano, segundo a Serra Verde, entrará nos trilhos na semana do Natal. Todavia, o sonho de toda a região para ter um trem realmente turístico, especialmente por ser tracionado por uma locomotiva do estilo Maria Fumaça e vagões de madeira, réplicas dos que circulavam antigamente, não tem explicações.
O anúncio é que o trem de três vagões será tracionado por uma locomotiva a Diesel, fato que derruba o aspecto turístico e o charme do empreendimento. E o quê aconteceu? Ituanos e Saltenses precisam de explicações. Mas as autoridades ainda não se manifestaram.
 
Todos querem saber o que aconteceu. A Secretaria de Turismo precisa se manifestar de forma oficial através da assessoria de imprensa da Prefeitura, e não por redes sociais, para explicar o motivo dessa mudança. Será que esqueceram, em 15 anos de trabalhos, que o mais importante do projeto era a Maria Fumaça?
 
Preços e horários
 
A Serra Verde também divulgou os valores das viagens. Vagão convencional – R$70,00 por pessoa. Intermediário turístico – R$ 87,40. Vagão boutique (com permissão para até 10 pets) – R$ 101,00 por pessoa. Mediante cadastro, moradores de Itu e Salto podem ter descontos de até 50% nas passagens. Mas, não se sabe onde fazer o cadastro.
 
O valor mais barato no vagão convencional de R$70,00 saíra muito caro para uma família de um casal e dois filhos – R$280,00. Isso torna o passeio de trem muito elitista e para poucas famílias. Todavia, se houvesse uma busca por empresas patrocinadoras do trem as passagens poderiam ter preços simbólicos.
 

Horários: de 2ª a 5ª – duas viagens.
Às sextas-feiras – três viagens – uma noturna
Aos Sábados – quatro viagens – uma noturna
Aos Domingos - três viagens
 
 

www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br


                                          
 













    

















0D