11 99231-6498
Language:
Apresentação
11 99231-6498
SIGA-NOS

Publicações 2022

Rally Baja em Itu dia 9 de julho

A Estância Turística de Itu – 100 km de São Paulo - entra no calendário dos ralis brasileiros com a 3ª etapa da Rallymakers UTV Cup – campeonato destinado exclusivamente a veículos do tipo UTV. No dia 9 de julho (sábado) o município sediará – pela primeira vez – uma competição da modalidade de rally baja, e o QG do evento estará no Parque de apoio na Praça Washington Luiz, em frente ao ginásio municipal de Esportes com visitação aberta ao público.
 
E se são estradas para colocar o pé no fundo do acelerador que os competidores anseiam, será exatamente isso o que a organização vai entregar a eles. O percurso terá 33,4 quilômetros, sendo 25,3 cronometrados em meio a canaviais, com vários trechos de alta de velocidade e sinuosos, o que exigirá perícia da pilotagem. Há poucas lombadas ao longo do trajeto, porém, os belos saltos estão garantidos. Serão realizadas três voltas, totalizando 100 quilômetros de disputas.
 
Um novo formato de rally para São Paulo
 
A Rallymakers UTV CUP foi lançada no início de abril de 2022 e tem o objetivo de incentivar o off-road no estado de São Paulo, atraindo novos competidores para o rally baja, ao mesmo tempo em que se torna uma opção mais compacta e atrativa para os pilotos mais experientes. A nova idéia é realizar etapas de um único dia de disputas, que sejam técnicas e prazerosas aos participantes e ao mesmo tempo entregar um ambiente aconchegante e familiar.
 
O parque de apoio abre no dia 27 com a secretaria de prova e vistorias técnicas operando a partir das 14h. No sábado (28), as atividades serão retomadas às 8h, com briefing às 9h30. A largada da 1ª prova está marcada para as 11h, com as provas 2 e 3, às 13h e 15h, respectivamente. A premiação segue às 16h30.
 
3ª etapa
09 de julho – Estância Turística de Itu 
4ª etapa
10 de dezembro – Santa Bárbara D’Oeste
 
Patrocínio e apoio: Polaris One, Casarini, Kondz, Central Park Plaza Shopping e Urbanismo, Master Bus, Cotton Racing, Johnny’s & Jo’s Rally Team, GC Rally Team e Parque de apoio na Praça Washington Luiz.
Supervisão: Confederação Brasileira de Motociclismo.
 
UTV CUP chega à cidade no dia 09 e coloca Itu no circuito de rally baja. O Parque de apoio será na Praça Washington Luiz, em frente ao ginásio municipal de Esportes com visitação aberta ao público. As inscrições estão abertas pelo site www.rallymakers.com.br.
 
Quando começou

A competição estreou este ano no calendário do esporte a motor e, além de receber grandes feras do rally baja, também é porta de entrada para novos pilotos que sonham ingressar na modalidade. São provas de um único dia e um ambiente familiar. Estamos construindo uma atmosfera muito gostosa, unindo mais os competidores, que, normalmente, são  acompanhados de parentes e amigos.
 
O secretário de turismo, lazer e eventos de Itu, Cesar Calixto, afirma que a realização da UTV CUP no município colabora bastante para a divulgação do turismo local. “É uma honra recebermos uma disputa desse nível e qualificação e, com certeza, será uma grande atração para a população, que terá acesso aos boxes das equipes, veículos e verá os mecânicos trabalhando nas máquinas. E ainda, assistir à corrida em pontos específicos do trecho cronometrado. Será emocionante”, declarou Calixto ao site https://www.abcdoabc.com.br
 
Um roteiro diferente
 
O percurso de cada volta tem 50 quilômetros, sendo 27 quilômetros de trecho cronometrado e 23 quilômetros de deslocamentos, e cruzará fazendas na Estrada Imperial do Pau d’Alho, em Itu. Diferente das outras etapas, em Itu o Rally Baja terá características bem específicas da região. O roteiro privilegia uma paisagem maravilhosa, em meio a montanhas com vales e lagos. E por ser um roteiro distinto, aumentará o desafio para os pilotos.
 
Além disso, a cidade anfitriã, capital nacional do exagero, oferece inúmeras opções de passeios, mais de 20 museus, muitas igrejas barrocas do século 17 e 18, parques muito interessantes além de uma excelente rede hoteleira e de gastronomia que destaca o famoso “filé a parmegiana” e a comida caipira, que vale a pena conferir com a família.
 
Programação
 
A programação da terceira etapa da Rallymakers UTV CUP começa na sexta-feira, dia 08 de julho, a partir das 13h, com a abertura da secretaria da prova e do parque de apoio. No sábado (09), as atividades têm início a partir das 9h, com o briefing entre organização e inscritos, com largada da primeira bateria às 10h.
 
Programação – Etapa Itu - Total: 50 km
Deslocamento inicial: 11 km - Trecho cronometrado: 27 km
Deslocamento final: 12 km
 
Dia 08 de julho – sexta-feira
9h – Abertura do parque de apoio.
13h – Abertura da Secretaria da Prova e vistorias técnicas.
 
Dia 09 de julho – sábado
 
9h – Briefing
9h30 - Largada do primeiro competidor no Parque de Apoio
10h – Largada da primeira prova
12h30 – Largada da segunda prova
15h – Largada da terceira prova
17h – Premiação
 
A 3ª etapa da Rallymakers UTV CUP tem patrocínio e apoio de Polaris One, Casarini, Cotton Racing, Kondz, RB1 Racing, Master Bus, Central Park Plaza Shopping e Prefeitura Municipal de Itu
A supervisão do evento: CBM – Confederação Brasileira de Motociclismo.

Foto no link: https://cdn.abcdoabc.com.br/utv-cup-28-06_eb8dde17.jpg
 
Para consultar os atrativos turísticos de Itu visite o site www.grandeitu.com.br
 
29/06/2022

www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br 
 
 






 




  
 
 
 
 

Noite de São João – ópera do ituano José Mariano da Costa Lobo

24 de junho é dia de São João e a Noite de São João, ópera do compositor ituano José Mariano da Costa Lobo, comemora uma lembrança de um gênio e prodígio da música de Itu. José Mariano é uma fantástica herança cultural que precisa ser preservada, pois engrandeceu a cidade de Itu com a sua música e arte que chegou a encantar até o Imperador D. Pedro II com a sua primeira ópera – A Noite de São João.

Hoje, sua obra está preservada no Museu da Música-Itu comandado pelo maestro Luís Roberto de Francisco, mestre em História e musicólogo. Fundado em 2007, o Museu abriga grande acervo de partituras, fotos, gravações, depoimentos, documentos, objetos e livros.

A obra de José Mariano e sua trajetória de sucesso merecem ser revisitados, porque ele representa uma era de ouro na música da Estância Turística de Itu. Os melhores concertos, bailes, cerimônias religiosas ou retretas de banda, ao longo de vinte anos, tiveram-no à testa, como promotor cultural.

Segundo o Jornal A Cidade de Ytu de 21 de abril de 1895, “em Itu ainda não nasceu um músico igual a José Mariano”. Foi um meteoro luminoso que passou pelo horizonte da nossa pátria, admirando a todos que tiveram a felicidade de ouvir as suas composições e que assistiram as executadas por ele, no órgão da Matriz N.S. da Candelária.

Nasceu na cidade de Itu em 1858 e faleceu, com apenas 34 anos, em 14 de maio de 1892, por contrair febre amarela que assolava a região nessa época.

24/06/2022


www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br 





www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br 









 











 




  
 
 
 
 

Auditório da Prefeitura de Itu será adaptado para sala de espetáculos

Um dos sonhos da classe artística e dos agentes culturais da Estância Turística de Itu seria a adaptação do Auditório Municipal do Prédio da Prefeitura para eventos de Teatro e Sala de Espetáculos. Todavia agora o sonho se tornará realidade com a Prefeitura tomando a iniciativa de transformar o atual espaço de seu auditório em um equipamento adequado para a recepção de espetáculos teatrais, musicais e outros eventos artísticos/culturais, além de permitir o seu uso para reuniões, seminários e conferências.

A obra prevê a implantação de camarim, redimensionamento do palco, fosso de orquestra, tratamento acústico, iluminação e remodelação nas acomodações destinadas ao público. O prazo de execução é de seis meses e o investimento é da ordem de R$ 1.640.885,60; sendo R$ 1,5 milhão vindo do Governo do Estado e R$ 140.885,60 do próprio Município.

23/06/2022

www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br 









 











 




  
 
 
 
 

Marco Zero será implantado no centro histórico de Itu

Uma frente de obras de infra-estrutura no turismo, com recursos da ordem de R$ 5,2 milhões, liberados pelo Governador do Estado, Rodrigo Garcia, por meio do Dadetur (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos), tem finalidade exclusiva para investimento em melhorias no segmento do turismo da Estância Turística de Itu.

Uma dessas obras é a revitalização da Praça Padre Anchieta e Implantação do Marco Zero no Centro Histórico da cidade, diante da Igreja do Bom Jesus. Com esta obra pública proposta e conduzida pela Prefeitura de Itu, haverá a execução de novo contorno da praça, com recuo, para a implantação do Marco Zero com o passeio em pedra portuguesa, de modo a formar a Rosa dos Ventos, além de contar com detalhes em granito e bronze.

A praça terá rampas de acessibilidade e no local também haverá uma cápsula do tempo em Inox. A iluminação será outro item revitalizado, simultaneamente à instalação de um sistema de segurança. A obra contempla também a instalação de novos bancos de madeira, painel informativo e canteiros. O prazo de execução é de cinco meses e o investimento é de R$ 387.874,74.

22/06/2022

www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br 









 











 




  
 
 
 
 

Apresentação da Orquestra Ituana de Viola Caipira dia 25 de junho

Será no dia 25 de junho, a partir das 10h30, no Museu da Energia da Estância Turística de Itu. O evento é gratuito. São cerca de 40 lugares, que serão ocupados por ordem de chegada. O público poderá acompanhar a orquestra num cenário privilegiado, já que o museu é um belo casarão de 1847 e que preserva muitas de suas características originais, em pleno centro histórico da cidade. 

O evento também contará com a participação especial, por meio de intervenção teatral, da atriz Liliane Navarro, que dará vida à biografia da antiga moradora do sobrado oitocentista que hoje abriga o Museu da Energia de Itu, Dona Ignácia Joaquina Corrêa Pacheco.

O grupo, que reúne 25 músicos coordenados por Célia Trettel e Adilson Rodrigues da Silveira, se diferencia de outras orquestras similares pela sua inusitada composição. Os instrumentos são divididos em naipes de afinações, com as violas em cebolão em mi maior, cebolão em ré maior, rio abaixo em sol maior e rio acima em dó maior.

Ao harmonizar essas afinações distintas, a orquestra ganha uma sonoridade peculiar, e mais rica comparando-se aos grupos de afinação única. A Orquestra Ituana de Viola Caipira foi fundada em 2011.

Serviço

Ensaio Aberto da Orquestra Ituana de Viola Caipira e apresentação teatral da biografia da antiga moradora do casarão do Museu da Energia de Itu.

Local - Museu da Energia de Itu
Endereço - Rua Paula Souza, 669 – Centro Histórico
Data -  25 de junho - Horário - 10h30 

17/06/2022

www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br 









 











 




  
 
 
 
 

Que tal um Distrito Turístico com Itu, Cabreúva, Salto e Porto Feliz?

Muitas regiões paulistas estão se movimentando para alcançar a criação de Distritos Turísticos que estão sendo organizados pelo Governo do Estado de São Paulo. Segundo cálculos da Secretaria de Turismo e Viagens do Estado de São Paulo, os três Distritos Turísticos já criados,devem atrair mais de R$3 bilhões em investimentos privados e gerar mais de 10 mil novos empregos dentro dos próximos cinco anos.

Os quatro municípios citados, no título, são Estâncias Turísticas e fazem parte do Roteiro dos Bandeirantes criado pelo Governo do Estado. Trata-se do caminho seguido pelos Bandeirantes na época do desbravamento do interior do Brasil. Seguindo o curso do Rio Tietê eles foram formando vilas que mais tarde se tornariam importantes cidades turísticas com a vantagem da localização próxima à Capital e muito bem servidas por rodovias de alto nível. Além disso, as 4 cidades também são próximas ao Aeroporto de Viracopos, o terceiro maior do País.

A criação dos Distritos Turísticos pelo Governo de São Paulo faz um ano que começou a entrar em prática, com o objetivo de gerar estímulos para áreas com potencial turístico nacional e internacional, fortalecendo a economia local e gerando emprego e renda

Um dos Distritos Turísticos recém criados, recentemente, é o de Serra Azul, com os municípios de Jundiaí, Vinhedo, Itupeva e Louveira, entre a capital paulista e Campinas. Os investimentos previstos até o momento já soma R$1,8 bilhão, com expectativa de geração de 7,4 mil novos empregos diretos e indiretos.

Infra-estrutura turística

A idéia é que com novos recursos e incentivos os Distritos poderão promover políticas de crédito, tributária e de fomento ao investimento, além de disponibilizar a infra-estrutura necessária para o desenvolvimento turístico local.
Isso significa, na prática, a abertura de vias de acesso, instalação de redes de energia de alta e baixa tensão, rede de fornecimento de água e coleta de esgoto, rede tronco de telefonia e demais obras e serviços necessários ao adequado funcionamento das atividades associadas ao turismo.

Itu, Salto, Cabreúva e Porto Feliz já são privilegiados pelo conjunto de monumentos arquitetônicos históricos, a maioria do século XVIII, de Igrejas centenárias, de Museus, de Parques como o Varvito de Itu, o Moutonné, de Salto e o Parque das Monções em Porto Feliz, local de onde saíam as expedições dos Bandeirantes no processo de desbravamento do sertão. O Trem Republicano que liga Itu a Salto também é uma das grandes atrações turísticas da região.

O Estado de São Paulo conta, atualmente, com três Distritos Turísticos: Olímpia, Serra Azul e Iguape, no Vale do Ribeira, que se tornou Distrito Turístico em março de 2022, por meio de decreto do Governo paulista.

14/06/2022


www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br 









 











 




  
 
 
 
 

Dia dos namorados na Fábrica São Luiz, de Itu, é um bom programa

Durante todo o próximo domingo, dia 12 de junho, haverá atividades legais para ituanos e turistas na antiga Fábrica São Luiz, com entrada gratuita. A tradicional Feira de “Antiguidades & Curiosidades”, comandada pela empresária Maria Sofia Vidigal Pacheco e Silva, acontecerá das 9,30 às 18 horas.

A Feira, além de vender coisas interessantes, tem também uma vertente cultural e histórica, já que muitos objetos que serão expostos fizeram parte das vidas de antigas gerações de famílias ituanas e de outros países. São dezenas de itens à venda: discos de vinil, decoração, semi-jóias, moedas, quadros e macramê, livros antigos e novos, colecionáveis, peças de automóveis antigos, peças de arte e artesanato local feito pelo Clube de Mães de Itu, cuja renda é revertida para ações sociais.  Também estarão à venda pães veganos artesanais, queijos e cachaças.

O evento, que se tornou tradição na cidade de Itu, terá uma participação especial da Orquestra Ituana de Viola Caipira, uma maravilhosa mostra da música caipira de raiz cuja apresentação acontecerá a partir das 10 horas. Criada em 2011, a Orquestra Ituana de Viola Caipira é coordenada por Célia Trettel e Adilson Rodrigues da Silveira, o Dill, e reúne aproximadamente 25 músicos.  

Na hora do almoço, os visitantes podem conferir o cardápio do dia no Espaço Café, instalado na Schandely, nas dependências do Espaço São Luiz.

O programa do dia dos namorados se encerrará a partir das 16h, quando haverá uma visita gratuita guiada que percorrerá todas as dependências, para que todos os participantes conheçam a história da Fábrica São Luiz, patrimônio histórico da Estância Turística de Itu.

A Fábrica São Luiz, inaugurada em 1869, foi a primeira Indústria a vapor do Estado de São Paulo. Patrimônio Histórico Nacional, a Fábrica São Luiz tornou-se um Espaço Cultural ituano desde 2004. A Fábrica São Luiz encerrou suas atividades industriais em 1982 e desde então seu prédio está sendo restaurado pelos proprietários, através das rendas obtidas nos eventos ali realizados, como casamentos, festas de diversas comemorações, vários tipos de feiras e muitos outros.

Para coroar um dia bastante prazeroso um lanchinho vai bem, também no Espaço Café onde serão servidos tradicionais sucos, salgados e doces.

Serviço:
“Antiguidades & Curiosidades”
Espaço Fábrica São Luiz - Rua Paula Souza, 492, Centro Histórico de Itu.
Das 9h30 às 18h - Contato: (11) 98680-1192 - Entrada Franca

10/06/2022


www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br 









 











 




  
 
 
 
 

Centro de Itu já prepara tapetes para o Corpus Christi

A demarcação de ruas e os projetos dos desenhos dos tapetes para ornamentar a famosa procissão de Corpus Christi já estão em andamento na Estância Turística de Itu. No dia 16 de junho haverá missa solene na Matriz de N.S. da Candelária às 15 horas e em seguida a procissão, ponto alto da festa, por volta das 16 horas, conduzida pelo pároco Padre Francisco Carlos Caseiro Rossi.

Trata-se de uma boa oportunidade para a presença de turistas para conhecer Itu e entender porque a cidade também é chamada de “Roma Brasileira”. Trata-se de um fim de semana prolongado, quando os visitantes poderão conhecer diversas igrejas construídas no século 18, várias delas no centro histórico da cidade.

Para as crianças há a Praça dos Exageros, onde tudo é grande e a cidade da criança, que são destaques. E, na gastronomia, muita comida italiana e caipira. Hotéis de todos os tipos, de 5 estrelas a pousadas e campings.

Entenda o Corpus Christi

Mas, o que interessa agora é a festa cristã que homenageia o Corpo de Deus com a celebração do Sacramento da Eucaristia. O Corpus Christi é uma expressão em latim que significa Corpo de Cristo. A festa de Corpus Christi está ligada à Igreja Católica e celebra o Santíssimo Sacramento da Eucaristia (uma homenagem ao sacrifício de Jesus Cristo feito por toda a humanidade; representação e celebração do seu corpo e sangue).

O enorme tapete nas ruas, pelas quais passará a procissão, é a representação de vários símbolos bíblicos, que são desenhados e decorados manualmente por voluntários com os seguintes materiais: serragem e sal coloridos, pó de café, pedras, areia, farinha, papéis, papelão, tampinhas de garrafa, flores e outros mais.

A festa foi instituída em 1264

A festa de Corpus Christi foi instituída pelo Papa Urbano IV, em 8 de setembro de 1264. Na época, chegou ao Papa a informação de que a freira Juliana de Mont Cornillon da diocese de Liège, na Bélgica, recebia visões de Jesus lhe pedindo uma festa litúrgica anual em honra à Sagrada Eucaristia.

É uma das festas religiosas realizadas, praticamente, em todas as cidades do mundo. No Brasil, a procissão de Corpus Christi foi trazida pelos portugueses no período colonial. A tradição de decoração das ruas começou na cidade de Ouro Preto, em Minas Gerais.

08/06/2022


www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br 









 











 




  
 
 
 
 

50 anos do dia mundial do meio ambiente. Só temos uma Terra

A cada 5 de junho, desde 1974, comemora-se o Dia Mundial do Meio Ambiente, data para refletir sobre os problemas ambientais mais urgentes para o planeta. Em 2022, completa-se o 50º aniversário da designação do dia no calendário internacional.

Desde a sua criação, segundo a National Geographic, esse dia tornou-se uma plataforma global para conscientizar e promover ações diante da chamada tripla crise planetária: aquecimento global, perda de biodiversidade e poluição.
“Os impactos ambientais causados pelo homem no meio natural se tornaram um problema urgente tanto para os países desenvolvidos quanto para os em desenvolvimento, e esses problemas precisam da cooperação internacional para ser resolvidos”, destaca a Declaração de Estocolmo.

Na Suécia, perceberam, há 50 anos, que desde então todos os recursos estavam sendo degradados, e isso impactaria inevitavelmente na nossa qualidade de vida. O acontecimento representou uma primeira reflexão conjunta para debater os problemas ambientais e destacar a necessidade de promover políticas ambientais que garantam um desenvolvimento sustentável.

O lema 2022: “Uma Só Terra”
 
O lema da campanha global de 2022 é "Uma Só Terra", que ressalta a necessidade de transformações profundas nas políticas e decisões tanto coletivas como individuais para que todos vivam de forma sustentável em harmonia com a natureza. No Universo, há bilhões de galáxias, e em nossa galáxia há bilhões de planetas, mas temos uma só Terra.
 
Para uma comunicação de maior alcance, a Suécia desenvolveu o Suncine,  um festival multitela (presencial, on-line e televisão) que tem como principal objetivo “promover e divulgar audiovisuais ambientais para sensibilizar sobre o estado do ambiente, a biodiversidade e a sustentabilidade do planeta”, diz o site do evento. Países como Argentina, Espanha, Reino Unido e Polônia apresentaram filmes novos sobre questões ambientais.

Reconhecendo a importância do multilateralismo em face à tripla crise planetária da Terra (aquecimento global, perda de biodiversidade e poluição), o evento visa atuar como impulsor para acelerar a implementação da Década de Ação das Nações Unidas para o alcance dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Nessa ação está incluída a Agenda 2030, o Acordo de Paris sobre mudanças climáticas, o Quadro Global de Biodiversidade pós-2020 e o incentivo à adoção de planos de recuperação verde pós-Covid-19.

Os eixos temáticos do programa serão mudanças climáticas, finanças verdes, saúde global, perspectiva de gênero, entre outros. Importante salientar que esse trabalho não é simplesmente um compromisso dos países, empresas ou do setor acadêmico, mas sim um convite aos indivíduos para um comprometimento definitivo com as mudanças que o planeta requer com urgência. Só temos uma Terra.

04/06/2022


www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br 









 











 




  
 
 
 
 

Colégio Almeida Júnior de Itu promove estudo de museus em São Paulo

Os alunos dos ensinos Fundamental e Médio do Colégio Almeida Júnior da Estância Turística de Itu participaram de atividades de Estudo do Meio, com visitas pedagógicas externas ao ambiente escolar. O Estudo do meio é um método de ensino interdisciplinar que visa proporcionar para alunos e professores o contato direto com determinada realidade, um meio qualquer, rural ou urbano, que se decida estudar.

Essas atividades garantem um momento coletivo de aprendizagem e de convivência entre professores, estudantes e equipe pedagógica. Foram realizadas várias atividades dentro do programa, de acordo com o que cada turma estudou em sala de aula.  

A 2ª e 3ª séries do Ensino Médio participaram de experiências culturais na cidade de São Paulo. A primeira parada foi na mostra “Beyond Van Gogh Brasil”, instalada no Morumby Shopping até 22 de julho próximo. Recepcionados por um grupo teatral, os alunos assistiram a uma apresentação ambientada na efervescente Semana de Arte Moderna de 22, que lhes ofereceu um panorama geral da obra de Vincent Van Gogh, permitindo-lhes aproveitar e compreender melhor a exposição. 

Depois visitaram, no Sesc-Pompeia, a exposição “Amazônia”, do fotógrafo Sebastião Salgado. As imagens são fruto de mais de sete anos de trabalho durante os quais Salgado passou longas temporadas com doze comunidades indígenas isoladas, navegou no gigantesco Rio Amazonas e seus afluentes.

Os alunos dos 8º e 9º anos do Ensino Fundamental II visitaram o Museu da Língua Portuguesa, na Estação da Luz, em São Paulo. Os estudantes enriqueceram seu conhecimento sobre a língua portuguesa por meio da exposição de sua história, sua propagação por todo o mundo, sua variedade e seu processo de formação, dentre muitos outros elementos trazidos pelas pesquisas linguísticas das últimas décadas. 

Depois também visitaram a exposição fotográfica “Amazônia”, de Sebastião Salgado. Os alunos contaram com monitorias explicativas sobre a importância da preservação da Amazônia, a ameaça que os vários povos indígenas vêm sofrendo nos últimos anos e a relação dessa região do Brasil com outras partes do país e do mundo, pois é considerada o “pulmão do planeta”.

03/06/2022

www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br 









 











 




  
 
 
 
 

Cortejo da Folia do Divino, dia 5 de junho em Itu

O Núcleo Cultural da Folia do Divino Espírito Santo de Itu, o Museu da Música – Itu e o Instituto Cultural de Itu em parceria com a Associação Cultural Vozes de Itu realizarão, no próximo domingo, dia 05 de junho, a solenidade de Pentecostes e o Cortejo Solene da Bandeira do Divino Espírito Santo. A iniciativa é fortalecer os laços da comunidade com suas tradições culturais, musicais e de fé popular.

A devoção ao Divino Espírito Santo, terceira pessoa da Santíssima Trindade, é uma das antigas tradições ibéricas transpostas para nossa região ainda no tempo da colonização e que permanece viva. A expressão popular maior da festa paulista é a Bandeira do Divino Espírito Santo. A sua visita é aguardada e celebrada em casas de famílias e instituições.

A Folia promove a reza com curadores, cantores e violeiros. O Alferes benze o lugar e as pessoas. Esses momentos de oração estarão presentes no Cortejo, quando a Bandeira visitará sete pousos, referentes aos sete dons do Espírito Santo.

Os visitantes, que acompanharem o Cortejo, poderão oferecer doces em embalagens fechadas, que serão entregues às crianças do Lar Escola Santo Inácio. O Coral Vozes de Itu participará do evento cantando as Jaculatórias ao Divino Espírito Santo, do Maestro Elias Álvares Lobo. Neste ano o Alferes da Bandeira do Divino será o Sr. Evandro Antonio Correia.

A Bandeira do Divino visitará, a partir das 10h, os pousos armados na Rua Paula Souza, partindo do Espaço Fábrica São Luiz. Em seguida a Folia participará da Procissão do Divino Espírito Santo, na Praça Padre Miguel, finalizando na sede da Associação Cultural Vozes de Itu, Rua Almeida Jr, 166, Vila Gardiman, onde estará o último pouso.

02/06/2022

www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br 









 











 




  
 
 
 
 

Dia do Meio Ambiente? Não!!! – Queremos o Ambiente INTEIRO

Num mundo que se faz deserto, temos sede de encontrar árvores, ar e águas limpas. O que será das próximas gerações? Como as pessoas farão para respirar, para encontrar oxigênio, para fugir do fogo que assola nossas florestas? Estamos todos preocupados com a guerra na Ucrânia, um evento que não pode representar a raça humana neste planeta azul, mas parece que não ficamos indignados com a destruição das florestas da fauna e flora, das águas limpas e da ignorância dos homens que estão destruindo nosso chamado de meio ambiente.
 
Para chamar a atenção dos que decidem por nossas vidas, a Estância Turística de Itu programou uma ação, organizada pela Fundação da Energia e Saneamento, que tem como objetivo oferecer ao público mediações gratuitas sobre água virtual, energia e sustentabilidade.
 
Para comemorar o Dia do Meio Ambiente, 5 de junho, as mediações foram criadas pelo Setor Educativo da unidade museológica – Museu da Energia e integra o Programa de Educação Ambiental também disponibilizado às escolas públicas.
 
No sábado, dia 4 de junho, pela manhã, haverá visitas guiadas sobre a exposição “Água Virtual”. O intuito é o de gerar reflexões sobre a importância da água no planeta Terra, assim como a sua influência como recurso essencial e a forma como ocorre o seu aproveitamento.
 
A visita será acompanhada de uma nova ação educativa intitulada “Mercadinho da Água”, que visa mensurar e discutir sobre a quantidade de água utilizada em todo o processo produtivo de diversos alimentos. A atividade com capacidade para 30 pessoas tem uma hora de duração e começa às 10h30.
 
O tema da mediação “Energia e Sustentabilidade” acontece no período da tarde e o intuito é o de dialogar com a comunidade sobre a importância de manter hábitos sustentáveis, compreendendo temas como matriz energética, a forma como a energia é gerada e utilizada em diversos momentos históricos.

Para participar de alguma dessas ações deste próximo sábado, é preciso fazer uma pré-inscrição.
Copie o link abaixo e o coloque na guia do seu computador: https://forms.gle/yjXg5Qdg96jAVfHg8

Serviço: Dia 4 de junho de 2022
Mediações gratuitas sobre água virtual, energia e sustentabilidade.
Horários: 10h30 e 14h30
Tipo de atividade/evento: Visita e oficina
Endereço: Rua Paula Souza, 669 – no Centro Histórico de Itu
Fone Museu da Energia: (11) 4022-6832

02/06/2022


www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br 









 











 




  
 
 
 
 

Aventura no Campo teve público de mais de 300 pessoas em Itu

O Aventura no Campo - evento de esporte e lazer destinado à família, que objetiva o entretenimento saudável para adultos e crianças - reuniu mais de 300 pessoas no último final de semana na Estância Turística de Itu. Idealizado pela Secretaria de Esportes do Estado de São Paulo, o Aventura no Campo contou com apoio da Prefeitura de Itu.

As famílias participaram de atividades diversas como Parede de Escalada, Labirinto às Cegas, Corredor de Bolinhas, Bocha Sentado, Derreter o Gelo, Pé de Lata, Trekking e Moutain Bike. Os participantes foram divididos em equipes e cada tarefa teve uma pontuação diferente, de acordo com a complexidade e o grau de dificuldade para a sua execução.

O programa Aventura no Campo estimula as famílias a manterem uma interação afetiva que contribua para a formação integral do indivíduo, para melhoria da qualidade de vida e para o desenvolvimento das relações interpessoais, além de incentivar a prática esportiva. Algumas atividades trazem ainda a sensibilização dos participantes aos feitos de pessoas com deficiência.

Todos os equipamentos para a prática das atividades foram fornecidos pela organização.

31/05/2022

www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br





 











 




  
 
 
 
 

Estância Turística de Itu retoma tradicional Desfile do Divino

Tradicionalmente conhecida na cidade, a procissão do Desfile do Divino acontecerá, este ano, no dia 4 de junho (sábado). O ponto de concentração será às 8h, em frente à Câmara Municipal de Itu, na Rua Barão do Rio Branco. O desfile começa às 9h, percorrendo a Rua Santa Rita, Rua Sete de Setembro, finalizando a celebração na Praça Padre Miguel em frente da Igreja da Candelária (Matriz).

Realizado pela última vez em 2019, devido à pandemia da COVID-19, o evento retorna com o tema “Fraternidade e Educação – Fala com sabedoria, ensina com amor”. Trata-se de uma ótima oportunidade para turistas visitarem Itu e conhecerem uma antiga tradição cristã da cidade, capital nacional do exagero.

O trajeto realizado pelas principais ruas do Centro Histórico de Itu, conta com a participação dos devotos que recriam momentos da época do Império com trajes e a corte da Imperatriz. A procissão percorre as ruas carregando o andor que leva a imagem da pomba, que representa o Divino Espírito Santo, enquanto algumas crianças carregam os sete dons – Conselho, Fortaleza, Sabedoria, Entendimento, Ciência, Piedade e Temor a Deus -, além dos tradicionais cavaleiros e os carros de boi.

Tradição

A origem popular da festa surgiu em Portugal, no ano de 1320, com a Imperatriz Santa Isabel de Aragão, que após realizar uma promessa pagou a mesma levando a coroa do Império com símbolo do Espírito Santo. No Brasil, a festa teve início por volta do século XVI, se tornando uma herança dos colonizadores.

O desfile do Divino é realizado com a participação da corte, de violeiros, cavaleiros, bandas de música e carros de boi, que no passado levavam a lenha para ser vendida e o dinheiro arrecadado era doado entre as obras de caridade.

27/05/2022


www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br





 











 




  
 
 
 
 

5ª Semana Padre Bartolomeu Taddei - 1 a 7 de junho de 2022

Entre os dias 1 e 7 de junho de 2022 a Igreja do Bom Jesus, o Apostolado da Oração do Santuário Central e a Biblioteca Histórica Padre Luiz D’Elboux realizam a 5ª Semana Padre Bartolomeu Taddei. 
 
Padre Taddei nasceu na Itália em 1837 e viveu em Itu por 48 anos, onde faleceu em 1913. Dentre as suas principais iniciativas está a fundação do Apostolado da Oração no Brasil. Foi também o pioneiro da imprensa católica no país ao fundar, em Itu, a revista Mensageiro do Coração de Jesus, hoje circulando com 60 mil exemplares mensais, divulgando a obra a cerca de dois milhões de membros do Apostolado da Oração. 
 
Dada a sua vida de espiritualidade, pobreza e doação ao povo brasileiro, foi  aberta a sua causa de Beatificação na Diocese de Jundiaí e pela Companhia de Jesus, Ordem religiosa à qual ele pertencia.
 
A programação da 5ª Semana em homenagem ao Padre Taddei visa divulgar a sua figura apostólica junto à comunidade ituana. Conta com apoio do Convento do Carmo, do Mosteiro Concepcionista, da Paróquia São Luís Gonzaga e da Schola Cantorum de Itu. Além de celebrações religiosas, a Semana comemorativa conta com encontros sobre a vida e obra do padre Taddei, promovidas pela Biblioteca Histórica do Bom Jesus. 
 
O livro “Bartolomeu Taddei, o padre santo de Itu”, lançado em outubro de 2021 pela editora Edições Loyola, está disponível para venda na Igreja do Bom Jesus ou no site da editora a quem desejar conhecer melhor a história de um dos maiores missionários da história do Brasil. 
 
Programação:       
01.06 (4ª f.)  17h30 Missa pedindo a beatificação do Padre Taddei
                               Celebrante padre Eduardo Tocachelo
                    18h30 Encontro “Padre Taddei e a devoção ao Coração de Jesus”
                              Biblioteca Histórica Padre Luiz D’Elboux
                    Igreja do Bom Jesus (Praça Padre Anchieta)
                          
02.06 (5ª f.)  18h30. Reza do Terço e Ladainha do Sagrado Coração de Jesus
19h. Encontro “Padre Taddei e o início do Apostolado da Oração”
                              Biblioteca Histórica Padre Luiz D’Elboux
Igreja do Bom Jesus (Praça Padre Anchieta)
 
03.06 (6ªf)    16h30 Hora Santa e Bênção do Santíssimo Sacramento
                     17h30 Missa pedindo a beatificação do Padre Taddei
                     18h30 visita guiada ao Memorial Apostolado da Oração 
                               Igreja do Bom Jesus (Praça Padre Anchieta)
 
04.06 (sáb.)  18h. Missa pedindo a Beatificação do Padre Taddei
        Celebrante - Frei Rothmans de Campos O.C.  
  Igreja Nossa Senhora do Carmo (Praça da Independência)
 
05.06 (dom.)  8h. Missa da solenidade de Pentecostes 
                      Pela Beatificação do Padre Taddei
  Celebrante - Frei José Henrique Moretto Junior O.S.A.  
                      10h. Folia do Divino Espírito Santo 
                      Acompanhada de membros do Apostolado da Oração
 
06.06 (2ª f.)    19h. Hora Santa e Bênção do Santíssimo Sacramento
                       20h. Encontro “Padre Taddei e a fundação do Conventinho”
                              Biblioteca Histórica Padre Luiz D’Elboux
                      Mosteiro Concepcionista Nossa Senhora das Mercês
 
07.06 (3ª f.)    19h. Missa pedindo a Beatificação do Padre Taddei
                       Celebrante Padre João Renan Paisca Bersan
                       Encontro “Padre Taddei e a devoção a São Luís Gonzaga”
                      Biblioteca Histórica Padre Luiz D’Elboux
                      Paróquia São Luiz Gonzaga
 
25/05/2022


www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br





 











 




  
 
 
 
 

O café colocou Itu no cenário econômico do Brasil

No Brasil, o Dia Nacional do Café é celebrado em 24 de maio. Esta data homenageia uma das mais deliciosas paixões nacionais: o café! O Dia do Café é comemorado entre os brasileiros desde 2005, quando foi incluído no Calendário de Eventos do Brasil por iniciativa da Associação Brasileira da Indústria de Café – ABIC.

A data relembra o início das grandes plantações cafeeiras no país, especialmente em Itu e Campinas, responsáveis por representar um importante período histórico para o desenvolvimento da economia e sociedade brasileira.

Ganhando corpo a partir de 1870 e atuando como a principal força econômica brasileira, devido à exportação de café, a elite cafeeira paulista não demoraria a entrar em atrito com a estrutura do Estado imperial. O centralismo monárquico e a falta de representatividade dos paulistas na vida política do Império incomodavam várias facções da elite cafeeira de São Paulo.

Uma parcela significativa desta elite defendia a implantação de uma república federativa, regime que tivesse como função romper com o centralismo monárquico sem por em risco a unidade nacional. Estas facções se fizeram presentes na Convenção de Itu, realizada a 18 de abril de 1873. A maioria dos republicanos presentes na Convenção era formada por fazendeiros de café.

Em Itu, a Fazenda Santo Antônio da Bela Vista é símbolo do café

A Fazenda do Café, como é conhecida, faz parte do circuito turístico de Itu de forma peculiar. Sua proprietária, a engenheira agrônoma Maria Isabel Scarpa de Arruda, mais conhecida como Bebel, desenvolveu um projeto batizado com o nome de “Do Cafezal ao Cafezinho”. O projeto teve inicio com alunos de escolas de primeiro e segundo graus, mostrando para as crianças desde a formação de mudas até o beneficiamento do café feito pela própria fazenda.

É interessante observar a quantidade de crianças que experimentam o café pela primeira vez na fazenda. Elas aprendem que há diversos tipos de café, que o café não faz mal à saúde e até uma receitinha de um “milk shake” de café são alguns ensinamentos que elas recebem de forma didática e divertida. E depois, em cada etapa das aulas, passam a ser agricultores, ora colhendo café, ora abanando ou até mesmo esparramando o café no terreiro.

Hoje, a fazenda desenvolve excursões de grupos de interessados, devidamente agendados, para conhecer todo o ciclo do cafezal ao cafezinho.

Cafeteria Gamela, ponto de referência do café em Itu

O café é da Fazenda Santo Antônio da Bela Vista, ou seja, vem direto do produtor, em grão ou moído na hora. E, para acompanhar doces e compotas caseiras, disponíveis na loja, que fica ao lado do prédio da Secretaria de Turismo de Itu, o visitante pode até levar produtos para casa.
 
A Cafeteria Gamela foi inaugurada em junho de 2001. Para quem visita o centro histórico de Itu, é uma parada obrigatória, localizada em um dos cantinhos mais saborosos da cidade. O charmoso local pequeno e aconchegante, reserva sabores inesquecíveis. 

Serviço:
Cafeteria Gamela

Endereço: Rua Paula Souza, 547 – Centro – Itu
Telefone: (11) 4023-1335
E-mail: bebelcafe@uol.com.br
Facebook: www.facebook.com/CafeGamela
Horário de Funcionamento: Terça a sábado, das 8h às 18h; e aos domingos, das 9h às 18h
 
23/05/2022
 

www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br





 











 




  
 
 
 
 

Itu terá primeira Feira Literária e Cultural de 19 a 22 de maio

Inspirado na FLIP de Paraty, o Festival reúne arte, cultura, patrimônio histórico e muita literatura. Trata-se de um turismo cultural pertinho de São Paulo.
 
A primeira edição da Feira Literária e Cultural de Itu (FLIC), ocorrerá entre os dias 19 a 22 de maio e ocupará espaços no centro da cidade como a Praça da Independência (Carmo), o Museu da Energia, Rua Paula Souza, 669 e no Colégio Anglo, também na Praça do Carmo, 151. O evento contará com conversas com escritores, feira de livros, exposições, contação de estórias, oficinas, teatro, cinema, fotografia, música e várias outras atrações para todos os gostos e idades.
 
Esta edição do Festival se remete à “Semana de Arte Moderna de 1922” e traz como personalidade homenageada a Pagu, apelido pelo qual era conhecida Patrícia Rehder Galvão, que teve importante papel no movimento Antropofágico pós-Semana de Arte Moderna ao lado de Tarsila do Amaral e Oswald de Andrade.

Toda a programação da FLIC foi pensada pela curadoria tendo a diversidade como mote e propõe uma releitura da famosa Semana de Arte Moderna de 1922 e dos segmentos culturais ausentes nesse evento.
 
“A Secretaria de Cultura e Patrimônio Histórico, da Prefeitura de Itu, tem muito orgulho em apoiar iniciativas como esta que visam fomentar a arte em Itu. Parabenizo a organização e convido a todos para acompanhar a programação e prestigiar o evento”, comenta a Secretária da Cultura, Maitê Velho.
 
Vale ressaltar que todos os eventos são gratuitos e abertos ao público. Para saber mais sobre a FLIC e sua programação acesse o site www.vempraflic.com.br

18/05/2022

 
www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br










 




  
 
 
 
 

Semana Madre Maria Teodora Voiron na Igreja de N.S. do Patrocínio em Itu

Todos os anos a Igreja do Patrocínio, da Estância Turística de Itu, celebra a Semana em homenagem a Madre Maria Teodora Voiron. De 18 a 24 de maio a programação deste ano é a seguinte: dia 18 – às 7 e 9 horas, missas. Às 16 horas terço on-line. Dia 19 – missas às 7 e 9 horas. Dia 20 – missa às 7 horas. Dia 21 – missa às 16 horas. Dia 22 – missa às 10 horas. Dia 23 – missa às 14 horas. Dia 24, dia da Madre Teodora, visitação ao túmulo no interior da Igreja do Patrocínio entre 9 e 12 horas e das 13 às 17 horas.

A origem da Igreja Nossa Senhora do Patrocínio remonta aos primórdios do século XIX quando o Frei Jesuíno do Monte Carmelo, nome religioso de Jesuíno Francisco de Paula Gusmão (Santos, 25 de março de 1764 — Itu, 2 de julho de 1819) pintor, arquiteto, escultor, dourador, entalhador, músico, poeta e Padre carmelita brasileiro decidiu começar a obra.
 
Jesuíno do Monte Carmelo, tendo ficado viúvo, resolveu consagrar sua vida ao sacerdócio. Por volta de 1815, Padre Jesuíno ajudado por seus filhos, Padre Simão Stock e Padre Elias, começaram a construção da Igreja de Nossa Senhora do Patrocínio em Itu. Eles foram ao mesmo tempo arquitetos, operários e compositores de músicas sacras.
 
A construção da Igreja não obedeceu a nenhum estilo até então conhecido. Foi idealizado pelo Padre Jesuíno. O filho caçula, Eliseu do Monte Carmelo, esculpiu em madeira a imagem de Nossa Senhora do Patrocínio e todos os anjos do altar-mor e do púlpito da Igreja.
 
Padre Jesuíno faleceu no dia 2 de junho de 1819. Foi sepultado na Igreja do Carmo, depois, os restos mortais foram transladados para a Igreja Nossa Senhora do Patrocínio, onde se encontram até hoje. A Igreja foi inaugurada no dia 13 de novembro de 1820. Em 1894 ela passou por uma grande reforma. A fachada foi inteiramente modificada. A primitiva torre chata e pesada foi substituída por duas torres altas e elegantes. A pintura interna foi completamente renovada em 1949.

Processo de Beatificação

O processo de beatificação de Madre Teodora iniciou-se quando Madre Josephina D’ Anunciação Gex, Superiora Provincial das Irmãs de São José, que fora também sua assistente, escreveu ao arcebispo de São Paulo, Dom Duarte Leopoldo Silva, para informar-se como deveria tornar públicas as graças relatadas pelas cartas recebidas por intercessão de Madre Teodora.
 
Em 1928, o Arcebispo pediu para não se precipitar até que fossem comprovados os dados das pessoas agraciadas. Depois de seis anos Madre Josephina obteve a autorização e publicou as graças recebidas no folheto Vozes do Patrocínio. Vários anos se passaram e em 1940, o Padre Hubbauer foi designado para o cargo de Postulador da Causa da Beatificação.

Em 1964, o Papa Paulo VI designou a Comissão de Introdução da Causa da Serva de Deus. A partir daí, iniciou-se a segunda fase do processo, que foi encaminhado a Roma em 1971. Ao longo dos anos, diversos religiosos se incumbiram de trabalhar na causa. Em 1989, o Papa João Paulo II concedeu a Madre Teodora o título de Venerável.
 
Até hoje, milhares de cartas chegaram à comunidade do Patrocínio, testemunhando casos de cura, sucesso no trabalho, proteção contra acidentes, encontro de pessoas desaparecidas etc. O processo da beatificação da Venerável Madre Teodora está em Roma, necessitando apenas de uma graça comprovada por médicos e pela Santa Igreja, para que ela seja beatificada.

A importância das obras de Madre Teodora na Educação do País

Sem dúvida nenhuma, Madre Maria Teodora Voiron teve grande importância no campo da educação, em Itu e no País. Trabalhou muito pelo ensino através do colégio do Patrocínio, que foi o primeiro colégio de Irmãs para meninas e moças, no Estado de São Paulo.
 
Madre Maria Teodora não entendia a escravidão no Brasil, e querendo quebrar as barreiras do preconceito da sociedade na época, realizou um enorme prodígio abrindo uma escola gratuita, no próprio Patrocínio, para as meninas escravas.
 
Cuidou também da formação religiosa das escravas adultas. A religiosa teve vida longa e durante 62 anos esteve à frente das obras das Irmãs de São José no Brasil, no início como superiora e depois como Provincial. Madre Teodora abraçou numerosas obras de caridade como: orfanatos, asilos, hospitais, leprosários, escolas para meninas pobres.
 
Aos 85 anos teve o fêmur fraturado em conseqüência de uma queda que a colocou em uma cadeira de rodas. Mas, mesmo assim, não deixou de participar dos atos religiosos de seu cotidiano. No ano seguinte, em 1921, pediu e obteve demissão do cargo de Provincial.
 
Faleceu, em 17 de julho de 1925, com 90 anos. Seus restos mortais encontram-se sepultados no interior da Igreja do Patrocínio, onde é visitado por milhares de pessoas. A Congregação das Irmãs de São José continua em todo Brasil realizando um trabalho social de extrema importância, principalmente na área da educação.
 
Lembrando a chegada de Madre Maria Teodora ao Brasil no dia 24/05/1859 a Prefeitura estabeleceu no ano de 1989 a "Semana Madre Maria Teodora"  comemorada, anualmente, de 18 a 24 de maio.
 
17/05/2022


www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br







 




  
 
 
 
 

SOS Mata Atlântica muda sede para Itu

Neste mês de maio, junto às comemorações do mês da Mata Atlântica, o escritório da SOS Mata Atlântica está oficializando sua mudança de endereço, depois de 11 anos, no Conjunto Nacional, na Avenida Paulista em São Paulo. No dia 14 de Maio, a ONG organizará o primeiro evento de Porteira Aberta do ano. Para participar, os interessados poderão visitar a fazenda onde está instalada a nova sede em Itu. Realize a inscrição aqui. Para conhecer mais a história dos lugares onde a SOS Mata Atlântica trabalha, clique aqui
 
Trata-se de uma fazenda na Estância Turística de Itu, que já teve diferentes vocações - como produção de café e criação de gado - hoje é um exemplo claro de que a restauração da floresta pode trazer inúmeros benefícios para a vida.
 
O Centro de Experimentos Florestais SOS Mata Atlântica – patrocinada pela HEINEKEN Brasil, localizado em Itu, sedia as iniciativas de restauração florestal da Fundação SOS Mata Atlântica. Além disso, nela são realizadas ações de educação ambiental, pesquisa e capacitação técnica em parceria com universidades.

Em Itu funciona um viveiro com capacidade de produzir, anualmente, 750 mil mudas de 110 espécies nativas da Mata Atlântica, que são implantadas em projetos na região e dentro da própria fazenda, que neste processo de recomposição da floresta já recebeu o plantio de 720.000 mudas de árvores nativas da Mata Atlântica.

Com 12 anos de existência, o Centro acumula ótimos resultados, como o retorno de nascentes e o aumento da presença de animais na região. As atividades do Centro mostram que conservar os recursos naturais e restaurar os ecossistemas da Mata Atlântica é algo possível, e contam com a participação de um amplo corpo de funcionários, como engenheiros florestais, biólogos, educadores e viveiristas.

A Mata Atlântica abrange cerca de 15% do território nacional, em 17 estados. É o lar de 72% dos brasileiros e concentra 70% do PIB nacional. Dela dependem serviços essenciais como abastecimento de água, regulação do clima, agricultura, pesca, energia elétrica e turismo. Hoje, restam apenas 12,4% da floresta que existia originalmente. É preciso monitorar e recuperar a floresta, além de fortalecer a legislação que a protege.

13/05/2022


www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br







 




  
 
 
 
 
1 2 3