11 99231-6498
Language:
Apresentação
11 99231-6498
SIGA-NOS

Publicações 2019

Que tal um programa de turismo ferroviário?

Placas de rua indicam o caminho para o Trem Republicano que ainda não existe.
O projeto do Trem Republicano continua em andamento, após anos de trabalho das Prefeituras de Itu e Salto. A última notícia da implantação da nova ferrovia foi a chegada do equipamento girador do trem.

Embora ainda não se saiba quando será inaugurado, em algumas ruas de Itu já existem placas de trânsito/turismo, informando a direção a tomar para o Trem Republicano, indicando não se sabe o quê, colocadas com muita antecedência em relação à inauguração da linha turística entre Itu e Salto.

Todavia, para que o projeto tenha repercussão e se transforme em novo destino turístico, proporcionando uma viagem de Maria Fumaça, muito próxima a São Paulo (apenas 100 km), torna-se necessário um programa de Marketing para divulgar o projeto sustentável e inteligente, duas características da Estância Turística de Itu. Sempre é bom lembrar que o turismo é setor gerador de riquezas e de empregos.

Capacitar Itu para uma nova era do turismo local requer providências para a execução de um plano de gestão de fluxos, locais para estacionamento dos visitantes, linha de ônibus que ligue algum ponto do centro histórico com a Estação, totens com informações turísticas nas estações de ambas as cidades, assim como lanchonetes com preços razoáveis, banheiros, diferentes locais de bilheteria para venda de ingressos para o trem etc.

Outra estratégia importante será a divulgação do empreendimento. Poderá ser vendido como a autêntica Maria Fumaça mais próxima de São Paulo. Os contatos poderão ser feitos com as agências de propaganda, jornais, revistas, televisão e rádios. Convidar jornalistas da Capital e de outras cidades do interior para conhecer a nova atração turística de Itu é outra ação importante.

A expectativa do comércio das cidades irmãs é muito grande. Todavia seria necessário mais conhecimento sobre o turismo ferroviário, especialmente o relativo a trens antigos, com máquinas do tipo Maria Fumaça, que proporcionam uma viagem ao passado e muita alegria para o público infantil. No entanto, é preciso muito cuidado com o estabelecimento do valor das passagens que deve ser o mais popular possível, afinal o percurso é de apenas oito quilômetros. Haverá desconto para idosos e estudantes?

Além disso, Itu poderia renovar sua vocação de cidade “cênica”, onde além de casario colonial, igrejas barrocas e fazendas bandeirantistas, um patrimônio cultural de alto nível, também terá, em breve, a grande atração de um roteiro ferroviário, uma nova plataforma que passará a realçar, ainda mais, a diversidade de ofertas aos turistas que visitarem a cidade.

Itu precisa ser mais divulgada na área artística envolvendo roteiros que desejem contar um pouco da história do Brasil. Uma relíquia do passado, com enorme conteúdo histórico e muito próxima de São Paulo e do Aeroporto Internacional de Viracopos, sempre poderá servir de cenário para filmagens nacionais e internacionais.

Há muita Maria Fumaça pelo país

Um novo empreendimento, como o Trem Republicano, deve aproveitar as experiências de outras linhas férreas turísticas como a de Tiradentes a São João Del Rei (em Minas), o trem da serra do mar entre Curitiba e Morretes (no Paraná), a linha entre Ouro Preto e Mariana (MG), a rota do vinho, na serra gaúcha, entre Campos do Jordão e Santo Antônio do Pinhal, Campinas e Jaguariúna e o expresso turístico São Paulo a Paranapiacaba, as três últimas no Estado de São Paulo.

De todas elas alguma experiência poderia ser copiada. Uma das ações mais interessantes é a da linha Curitiba a Morretes, onde os vagões foram “vendidos” para publicidade. Um deles, por exemplo, foi “comprado” por uma empresa de refrigerantes e o vagão oferece, gratuitamente, aos turistas, toda a sua linha de produtos e salgadinhos.

É uma forma de arrecadar fundos para a manutenção da ferrovia.

Há também a possibilidade de se criar, a partir de cada Estação, um passeio pela cidade para se conhecer alguns dos pontos turísticos mais importantes. No programa, também, poderia ser oferecido um almoço, por exemplo, com valor já incluso na passagem. Além disso, nada se falou, ainda, sobre quantas viagens serão realizadas por dia.





www.grandeitu.com.br
grandeitu@grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor